Morre a jornalista Valdamir Alvarenga

Faleceu na noite dessa quinta-feira (9) no Hospital Universitário, em Teresina, a jornalista campomaiorense Valdamir Alvarenga. Ela lutava contra as complicações causadas pela síndrome de Guillain-Barré.


A jornalista foi diagnosticada com a síndrome após diversos desmaios e perdas de sentido. Após bateria de exames, foi constatada a doença. Desde então, Valdamir sofreu as consequências, como lesões no cérebro.



Ela estava internada há meses no Hospital Universitário da UFPI. Na noite de hoje, não resistiu e teve morte encefálica.


Valdamir Alvarenga aturou como repórter do Jornal Meio Norte  e como assessora no Governo do Estado e na Prefeitura de Campo Maior. 


A doença 


A síndrome de Guillain-Barré é uma doença autoimune grave em que o próprio sistema imunológico passa a atacar as células nervosas, levando à inflamação nos nervos e, consequentemente, fraqueza, formigamento nas pernas e nos braços, perda de sensibilidade, alterações na pressão arterial, palpitações e paralisia muscular, podendo ser fatal, já que pode interferir na capacidade de movimentação dos músculos respiratórios.

Postar um comentário

0 Comentários