"Acreditamos na Justiça de Campo Maior”, diz tia da Professora Adriana antes de julgamento

O julgamento de Francisco de Assis, acusado de assassinar a Professora Adriana Tavares, que acontece nesta quarta-feira (09/06) no Fórum de Campo Maior, traz à tona o sofrimento do dia do crime para os familiares da vítima. Rosana Tavares, tia da Professora Adriana, comentou que os pais tomam remédios controlados desde a morte da filha.


“Os pais continuam vivendo porque Deus ajuda. Todo dia o pai dela chora pelos cantos, é preciso os vizinhos conversar com ele. Para eles foi ontem que tudo aconteceu. Adriana era um menina doce, evangélica e só procurava ajudar as pessoas”, revelou.


Emocionada, Rosana comenta que o julgamento traz também esperança de que seja feita justiça e apela para que o Júri condene Francisco de Assis com a pena máxima para que a dor da família seja aliviada.

 

“A gente vai lá só para sofrer também porque eles só falam nisso. A gente ver os animais e as plantas que a Adriana cuidava tão bem. E no dia 22 de outubro de 2014 aconteceu uma tragédia dessa. A família confia em Deus, confia muito na Justiça de Campo Maior, nos jurados”, afirma Rosana. 


Postar um comentário

0 Comentários