Em Campo Maior, Ciro Nogueira chama eleição do TCE/PI de "palhaçada"

O ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, classificou como “palhaçada” a eleição realizada na última quinta-feira (16) na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. A declaração do ministro ocorreu neste sábado (18) durante inauguração do Centro de Especialidades de Campo Maior. 

Na eleição, a deputada Flora Izabel (PT) foi eleita em primeiro turno com 17 dos 30 votos do Legislativo após articulação do governador Wellington Dias que atuou para os deputados Zé Santana (MDB) e Flávio Nogueira Júnior (PDT) retirassem sua candidatura e consagrar a vitória da aliada petista para o TCE. 

“Vocês viram o que aconteceu no Piauí essa semana, aquela palhaçada que aconteceu na Assembleia Legislativa. Um governador e o seu secretário de Fazenda reunido com um grupo de deputados até de madrugada oferecendo o que? Tirando candidaturas para eleger o que? Um conselheiro do tribunal de contas que vai fiscalizar as contas desse mesmo governador. Que tipo de gente é essa?”, disse Ciro Nogueira. 



Na solenidade, Ciro criticou a gestão de Dias e afirmou que tem culpa porque esteve no grupo de Wellington na eleição passada. O ministro se dirigiu ao ex-prefeito Sílvio Mendes e disse se arrepender por não o ter apoiado.

“Estamos há 20 anos com o mesmo grupo no poder. Eu tenho minha parcela de culpa. Não tem um dia, Sílvio Mentes, que não me arrependo de não ter votado em você para governador do Piauí” afirmou.






Postar um comentário

0 Comentários