Mulher afirma que foi estuprada pelo vizinho no Norte do Piauí

A dona de casa Lidiane de Sousa Ferreira, de 30 anos, denunciou que na última quinta-feira (29), foi atacada e estuprada por um vizinho na Avenida Desembargador Antero Resende no residencial Petecas, no município de Piripiri, na região Norte do estado. 


Em entrevista exclusiva ao Meionorte.com, a vítima deu detalhes de como tudo teria acontecido. Lidiane de Sousa revelou que seu marido, Raimundo Sobrinho da Silva Nascimento, de 47 anos, também foi atacado pelo acusado, identificado como Matheus da Silva Correia, com uma pedrada na cabeça, no qual sofreu várias lesões na cabeça precisou ser encaminhado Hospital de Urgência de Teresina (HUT). 


“Eu estava na minha casa com meu esposo bebendo e chegou um vizinho e sentou com a gente. Momentos depois ele vai pra casa dele e depois volta. Meu marido ficou do lado de fora fumando cigarro. Eu entrei para trocar de roupa e ir dormir. Quando eu chego de volta, meu marido estava desmaiado após ter sido atingido com uma pedrada na cabeça. Em seguida ele correu atrás de mim com a faca dentro de casa e quebrou minhas coisas", disse


"Ele me levou para um matagal próximo a casa dele e me violentou. Ele fez eu fazer sexo com ele sem querer, com a faca e uma pedra na mão. Ele me levou pra casa dele me manteve até às seis da manhã com a faca sempre do lado cama, se eu gritasse. Fez eu sair de lá normalmente e fez eu prometer que não denunciaria, se não me mataria”, explicou a mulher


A reportagem procurou o delegado Jorge Terceiro, da Delegacia Regional de Piripiri, que deu sua versão acerca do que foi apresentado pela vítima e pelo advogado. De acordo com o titular, a defesa apresenta uma versão equivocada. Segundo ele, diversas pessoas foram ouvidas, inclusive o marido de Lidiane na última sexta-feira (30), no qual houve conflito de versões. Além disso, as informações apresentadas iam contra o alegado pela vítima. 


“O procedimento foi instaurado. Ela nem chegou a ser ouvida. Ele próprio fez com que ela não prestasse depoimento. Tem dezenas de pessoas aqui de testemunhas. Os policiais foram na residência do acusado no dia e ao chegarem lá encontraram a mãe dele, que disse que era mentira a versão apresentada por ela. Ela disse que a própria Lidiane chegou com ele e foi para o quarto dele. Ela viu quando ela saiu do quarto do filho dela, normalmente.


Fonte: Meio Norte