Câmara de Campo Maior aprova criação do caixa rotativo nas secretarias

A Câmara de Vereadores de Campo Maior aprovou em sessão ordinária nessa terça-feira (23), por 10 votos a 2, o projeto de lei que cria o caixa rotativo nas secretarias municipais. A medida garante o valor de R$ 1.700 mensais destinados a pequenas despesas não previsíveis no funcionamento das pastas.

O texto enviado pelo executivo chegou ao plenário após sofrer modificações e aprovação na Comissão de Constituição e Justiça e Comissão de Finança e Orçamento. Durante a discursão da matéria, o plenário recusou pedido de vista do vereador Júnior Lustosa (PSD), aprovou emenda do vereador Zacarias Neto (PSL) para retirada de trechos da redação e, por fim, aprovou projeto.



O vereador Neto dos Corredores, líder do governo na Casa, defendeu a provação ao descrever as dificuldades que as secretarias encontravam para solucionar problemas emergenciais. “É muito importante o caixa rotativo porque há situações que não se pode esperar um processo transitar com toda a burocracia. Um carro da secretaria está indo a Teresina e fura o pneu, como é que se revolve? Agora, com essa aprovação, o carro pode ser ajeitado com a garantia que terá o dinheiro para custear o serviço”, exemplificou.

Os vereadores de oposição, por sua vez, questionaram trechos específicos da redação do projeto como os itens para a justificação da despesa e situações previsíveis. “Somos contra a justificativa de pagamento por meio de recibos e outro, como cita o projeto. Outra situação é com relação a material de limpeza, gastos com correspondências, portais de notícias. Tudo isso é previsível e pode ser feita licitação”, defendeu o vereador Zacarias Neto.