SAAE mantém monitoramento de poços durante 24h em Campo Maior

O funcionamento dos poços tubulares que abastecem as residências de Campo Maior são monitorados durante 24h pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE). Os técnicos utilizam o serviço de telemetria para realizar o acompanhamento e garantir que o problema seja solucionado em tempo hábil para evitar maiores prejuízos aos usuários.

O coordenador operacional do SAAE, Germano Junior, explicou que o sistema permite que os técnicos saibam imediatamente qual o poço apresentou problema e as equipes são deslocadas para solucionar o problema.

“A funcionalidade é o controle de todo o sistema. Aqui é o monitoramento é 24h tanto da vazão dos poços como do funcionamento das bombas. Ao invés de tirar um operador, quando faltar energia, para circular a cidade quase toda para saber onde está o problema. Aqui, não. De imediato estamos sabendo do problema e agilizar o mais rápido possível”, disse.

Foto: Divulgação / SAAE

Foto: Divulgação / SAAE

O novo diretor do SAAE, Wellington Sena, comentou que está no comando da autarquia há 15 dias e apontou os avanços conquistados nesse curto período. Ele lembrou que desburocratizar o serviço e promover a agilidade na solução dos problemas que o sistema de abastecimento apresenta já é uma realidade no órgão.

Diretor Wellington Sena / Foto: Divulgação 

“Desde que assumimos no início deste mês de janeiro conseguimos avançar muito na prestação de serviço aos usuários. Valorizamos os servidores de carreira com nomeação para cargos de chefia e trabalhamos na troca de bombas em tempo recorde. A meta é agir de forma rápida para evitar prejuízos a nossa população”, afirmou.

Postar um comentário

0 Comentários