Campomaiorense acusado de roubo é morto a tiros em Teresina

O campomaiorense Arthur Pereira da Silva, de 26 anos, foi assassinado a tiros na tarde dessa quarta-feira (20) na avenida Maranhão, em Teresina. Ele foi preso em 2016 em uma operação da Polícia Civil que desarticulou um esquema de roubo e receptação de celulares em Campo Maior. 

Segundo a polícia, Arthur estava preso, mas ganhou liberdade nas últimas semanas e deveria retornar ao sistema prisional nesta quinta-feira (21). Ele estava atuando como lavador de carro na Avenida Maranhão na companhia da sua esposa. 

Na tarde de ontem, Arthur estava sentado em um banco quando percebeu a chegada dos assassinos. No intuito de fugir, ele ainda correu por cerca de 50 metros, mas recebeu vários disparos de arma de fogo e caiu. A perícia identificou pelo menos oito tiros efetuados pelos criminosos. 

 

Postar um comentário

0 Comentários