COVID-19: Polícia irá fiscalizar festas de Natal e ano novo em Campo Maior

As forças de segurança em Campo Maior irão fiscalizar as festas de Natal e ano novo em churrascarias, bares, casas de show e em residências, em casos extremos de desobediência aos protocolos de segurança contra o novo coronavírus. Essa medida vai acontecer em todo o estado, segundo o Comitê de Operações Emergenciais (COE).

Durante reunião do governador Wellington Dias e do Comitê foram apresentados dados que mostram um quadro de estabilidade nas infecções e mortes pelo coronavírus no Piauí. O desafio apontado pelas autoridades é alertar a população que a pandemia permanece e continuam indispensáveis os cuidados relacionados à proteção individual e coletiva, com distanciamento social e uso da máscara.

Em Campo Maior, várias churrascarias já anunciaram shows ao vivo para comemorar a virada do ano, enquanto outras acontecem na noite de Natal. O 15ª BPM de Campo Maior recebeu reforço da Cavalaria da Polícia Militar para intensificar o patrulhamento ostensivo bem como as fiscalizações das medidas de saúde .

Normas para festas de fim de ano 

A norma mais recente editada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), reafirma que os eventos festivos de fim de ano não poderão reunir mais que 100 pessoas, independente do tamanho do espaço em que é realizado. A nota-técnica estabelece o número máximo de 15 pessoas em reuniões familiares.

Segundo informações da Sesapi, na avaliação geral, o estado do Piauí apresenta risco baixo para o coronavirus, com média diária de 9 óbitos e 397 novos casos da doença por dia. Entre as 12 regiões de saúde, cinco (Planície Litorânea, Tabuleiros do Alto Parnaíba, Vale do Canindé, Vale do Rio Guaribas, Vale dos Rios Piauí e Itaueiras) apresentam risco moderado. As outras sete regiões são classificadas como baixo risco.